menu logo
Marcelo continua a não assegurar o regular funcionamento da Presidência

Marcelo continua a não assegurar o regular funcionamento da Presidência

2020.09.26 - por Tiago Mayan

Assistimos nos últimos dias a uma lamentável intromissão do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, no normal jogo democrático. A pressão sobre partidos para viabilizarem o Orçamento do PS não é inocente, nem admissível.

Não é admissível porque a negociação dos termos de uma eventual viabilização deve ser feita pelos partidos com liberdade e sentido de responsabilidade e a aprovação cabe ao órgão soberano Assembleia da República.

E não é inocente porque feita publicamente, com o intuito de aparecer perante a opinião pública como salvador da Pátria, afastando qualquer possibilidade de discussão que pudesse perturbar o objetivo da sua própria reeleição que quer converter em decisão plebiscitária.

O Presidente da República tem como missão assegurar o regular funcionamento das instituições. Mas, antes disso, tem de assegurar o regular funcionamento de si próprio, não ultrapassando as suas atribuições com evidente perturbação do equilíbrio democrático. Também nisso Marcelo está a falhar.

Recolha de assinaturas

Preciso da tua assinatura para oficializar a campanha.
Vamos construir um Portugal mais Liberal!

Para seres proponente da candidatura sem assinatura digital, preenche na ficha os pontos 1, 2 e 3.
Imprime o documento, preenche à mão os restantes campos e assina.
Envia o documento original para:

Tiago Pedro de Sousa Mayan Gonçalves
Apartado 055003
EC Campo Alegre (Porto)
4050-944 Porto

Com assinatura digital (via Cartão de Cidadão ou Chave Móvel Digital em autenticacao.gov.pt):
Preenche todo o documento (Word), assina digitalmente, grava em PDF e envia por e-mail para o endereço assinaturas@liberalmayan.pt